IaaS: deixe que outra empresa se preocupe com o armazenamento de seus dados

A migração do modelo de computação dependente de equipamentos físicos para um modelo em nuvem, em que praticamente todos os programas e dados podem ser acessados e armazenados na própria internet, é uma das mais recentes revoluções na área. Além mudar o modo como o usuário final interage com computadores, também leva à criação de novos modelos de negócio, como o IaaS.

IaaS, termo que vem da expressão infrastructure as a service ( infraestrutura como serviço , na tradução do inglês), é um modelo de negócios em que uma empresa fornece hadware, softwares, servidores, armazenamento de dados e outros tipos de infraestruturas de TI (tecnologias da informação) para outras e para usuários.

Provedores de IaaS também se encarregam de realizar tarefas como hospedar programas para o usuário e fazer manutenção , backup e cuidar da segurança dos dados do cliente.

No modelo IaaS, o consumidor não controla nem gerencia a infraestrutura de TI, mas tem o controle sobre os sistemas operacionais, armazenamento de dados e aplicações. Além disso, também pode ter controle sobre alguns aspectos da rede, como a configuração firewall do servidor.

IaaS é o modelo de negócios em que empresas forcem infraestrutura de computação para outros negócios ou usuários finais. Foto: iStock, Getty Images

Pagando por uso
O modelo de negócio utilizado pelos provedores IaaS é aquele em que o cliente obtém infraestrutura em nuvem sob demanda e paga de acordo com o que utiliza . Isso permite que ele obtenha a “matéria-prima” da computação e possa executar seu trabalho em um ambiente flexível e escalável sem precisar estar constantemente se preocupando com renovar seus equipamentos físicos.

Em geral, cobra-se por hora, semana ou mês de utilização dos serviços. Quando se fala de armazenamento, costuma-se cobrar pela capacidade disponibilizada.

Exemplos de IaaS
Infraestrutura empresarial: muitas empresas trabalham com redes internas (intranet) . No modelo IaaS, em vez da organização precisar construir uma nuvem privada e uma rede virtual local, ela pode utilizar os serviços fornecidos por outra companhia.

  • Servidor em nuvem: outro serviço que se insere no modelo IaaS é a hospedagem de websites em nuvem.
  • Centros de Dados Virtuais: consiste em uma rede de servidores virtuais interconectados que podem ser usados para oferecer capacidade de hospedagem ampliada em nuvem, infraestrutura de TI empresarial ou para integrar todas as operações dentro de uma nuvem pública ou privada.

Vantagens do IaaS

  • Escalabilidade: o recurso é disponibilizado conforme a necessidade do cliente, tornando imediata a expansão da capacidade oferecida e eliminando o desperdício de capacidade não utilizada.
  • Elimina investimentos em hardware: todos os equipamentos físicos necessários para que uma empresa opere no modelo IaaS são de responsabilidade do provedor do serviço, não do cliente.
  • Independência: Desde que haja conexão com a internet (e mediante o uso de senhas), os serviços IaaS hospedados em nuvem podem ser acessados de qualquer local .
  • Segurança: Apesar de tudo estar “armazenado na internet”, a chance de um serviço IaaS sair do ar ou sofrer problemas de segurança é muito menor do que no modelo em que cada cliente precisa comprar seu hardware, uma vez que as empresa que operam neste modelo têm capacidade de investimento muito maior.