O mercado fornecedor voltado para computação em nuvem não pode reclamar. A receita com vendas de produtos de infraestrutura, que incluem servidores, storage e switch Ethernet para nuvens públicas e privadas, saltou 23% no terceiro trimestre de 2015, somando US$ 7,6 bilhões, revela estudo da IDC.

De acordo com o levantamento da consultoria, o market share de infraestrutura de TI em nuvem saltou 33,8% no período analisado. No ano anterior, no mesmo período, o número era de 28,7%. A consultoria indica que a receita com nuvem privada saltou 18,8%, somando US$ 2,9 bilhões, enquanto a nuvem pública registrou expansão de 25,9%, movimentando US$ 4,6 bilhões.

A prova que a computação em nuvem foi incorporada às estratégias de TI está no fato de a receita com infraestrutura tradicional de TI teve queda de 3,2% ano sobre ano no terceiro trimestre em todo o mundo, com declínios registrados nos segmentos de servidores, storage e switch.

Na avaliação da consultoria, nuvem continuará a registrar crescimento saudável de dois dígitos. Em termos de região, a IDC indica que o Japão obteve o maior crescimento em cloud no período analisado, 47,1% ano sobre ano, seguido pela Ásia/Pacífico (excluindo o Japão) com 35,3%, Europa Ocidental com 22,1%, Canadá com 22%, e Estados Unidos com 20,1%.
Fonte: Convergência Digital de 18 de janeiro de 2016

Related Post