O uso de cloud computing tem crescido exponencialmente nos últimos anos. O relatório RIghtscale 2019, feito pela empresa Flexera, trouxe apontamentos importantes sobre esse setor. Um dado essencial é que 94% dos entrevistados adotam estratégias na nuvem, mantendo um equilíbrio entre as nuvens públicas e privadas.

Além disso, o uso empresarial de cloud, segundo a pesquisa, apontou também que seu uso leva a um significante e rápido crescimento, o que mostra a força dessa tendência no mercado de TI.

Porém, seu uso também é cercado de desafios que precisam ser considerados pelas organizações no momento de sua adoção. Continue lendo e saiba mais sobre os principais deles!

Suprir a crescente demanda de armazenamento na nuvem

O crescimento da demanda de armazenamento na nuvem nos últimos anos é algo bastante positivo. Porém, ao mesmo tempo, é desafiador, afinal é preciso fornecer o serviço com a mesma qualidade, seja para dezenas ou milhares de clientes.

Por isso um dos maiores e mais complexos desafios do armazenamento na nuvem é manter a qualidade impecável diante do aumento de demanda com a mesma qualidade, incluindo nesse processo, também, os cuidados com atendimento ao cliente e suporte em caso de problemas.

Se adequar ao ambiente multi-cloud

O ambiente multi-cloud surgiu como uma forma de facilitar a vida dos desenvolvedores e proporcionar maior produtividade para as organizações. Compõe-se de mais de um serviço e de um fornecedor de cloud, seja ela pública ou privada.

Ela é importante para se aproximar de uma solução cloud ideal para a proposta de sua empresa, algo que talvez não se consiga completamente optando por um tipo apenas de nuvem.

Porém, para optar por esse modelo, é necessário se adequar a ele, já que exige a transição para dois tipos de cloud, bem como pode, ainda, coexistir com nuvens híbridas. Para isso, pode ser necessário o acompanhamento com uma consultoria especializada.

É importante relembrar que o relatório da Flexera apontou que o uso desse ambiente está levando ao crescimento das empresas de TI. Ou seja, é um desafio que vale a pena ser enfrentado.

Dar suporte aos cloud containers

Os cloud containers são uma forte tendência para os próximos anos no setor de TI, principalmente nas empresas que trabalham continuamente com DevOps e operações testes. Isso porque, por meio desse sistema, os desenvolvedores conseguem armazenar os dados da organização em caixas virtualizadas (containers), independentemente do sistema no qual estão hospedados.

Esse tipo de processo facilita a migração de dados, aplicação de testes e validação mudanças, conseguindo entregas bem mais rápidas para o cliente final, algo cada vez mais necessário nos diversos setores de TI. Além disso, permite o gerenciamento de códigos e dados de forma prática e em tempo real, ou seja, instantaneamente.

Porém, para que isso funcione, é necessário que o armazenamento na nuvem dê todo o suporte necessário para as equipes de desenvolvimento.

Manter-se atualizado constantemente

Toda área tecnológica possui esse desafio constante em suas rotinas. E para os colaboradores que trabalham com armazenamento na nuvem não é diferente. Afinal, por ser uma área cada vez mais estratégica para todas as organizações, inclusive as que não trabalham diretamente com tecnologia, desenvolvem-se soluções criativas e inovadoras praticamente todos os dias.

Além disso, é essencial verificar quais são as tendências para os próximos tempos, o que o mercado tem absorvido e quais são as principais falhas ocorridas no momento, para que possa pensar em soluções para essas questões.

Por isso, leia os relatórios das principais empresas da área, acompanhe pesquisas, tendências de organizações renomadas, verifique palestras e congressos e mantenha-se atualizado.

Promover uma migração consistente para o armazenamento na nuvem

Muitas empresas ainda operam com o armazenamento físico, começando a fazer o processo de migração agora. Esse procedimento é extremamente delicado e exige atenção por parte dos gestores de TI para que seja feito adequadamente.

É preciso traçar um plano de migração consistente, analisando a situação prévia, verificando pontos fortes e vulneráveis, que mereçam maior atenção e realizar o processo com o mínimo de falha possível.

Também é essencial avaliar quais são as reais necessidades da organização quanto à migração, qual o melhor tipo de sistema a ser implementado, qual a modalidade de computação em nuvem que é mais compatível com as necessidades da empresa (SaaS, PaaS, IaaS), entre outros pontos importantes.

Uma forma de contornar esse desafio é contratar equipes especializadas nesse tipo de serviço, que prestarão a consultoria necessária para a realização de uma migração sem traumas e prejuízos para as organizações.

Lidar com instabilidades na rede de internet

Infelizmente as conexões de banda larga no Brasil ainda estão aquém do padrão mundial, mesmo tendo melhorado consideravelmente nos últimos anos. Isso gera um problema muito delicado para quem trabalha com armazenamento em nuvem: a instabilidade de conexão em rede.

Algumas regiões passam por problemas como preços de pacotes elevados ou conexões que falham constantemente, além de velocidades abaixo do necessário para ter um serviço adequado.

Infelizmente, essa é uma questão estrutural que foge consideravelmente das empresas, mas que precisa ser considerada na prestação de serviços para clientes terceirizados em regiões que sofram com essas dificuldades.

Otimizar os gastos com armazenamento na nuvem

Outro ponto primordial a ser encarado como desafio é a otimização dos gastos com armazenamento em nuvem. Afinal, toda empresa quer e precisa fazer mais com menos dinheiro.

Além disso, é essencial não perder a qualidade na otimização dos gastos. Afinal, você não pode reduzir custos e perder a qualidade do serviço oferecido, não é mesmo? Por exemplo, optar pela contratação de um servidor na nuvem que não seja tão bom para uma mera redução de custo pode ser um tiro no pé.

Garantir a segurança dos dados armazenados na nuvem

O crescimento do cloud computing leva a uma questão importante: a visibilidade e atenção dos cibercriminosos, que veem oportunidades para obtenção de dados para fraudes bancárias, sequestros de dados, entre outros pontos que merecem atenção. Por isso, os gestores de TI precisam se debruçar em soluções de segurança da informação para garantir a integridade dos dados.

Cada vez mais as companhias que fornecem serviços na nuvem também estão se dedicado a melhorar essa questão para proteger as informações dos seus clientes e a segurança dos arquivos.

Por exemplo, atualmente pode-se fazer a quebra da informação para ser armazenada em diversos servidores diferentes. Assim, caso o hacker acesse um deles, terá, por exemplo, acesso a um centésimo do todo, o que será inútil para uma ação criminosa.

Como falamos ao longo do texto, é essencial contar com uma consultoria especializada no uso de armazenamento na nuvem para realizar não só a migração, mas uma transição que seja tranquila, sem erros e que conte com monitoramento posterior para verificar se as medidas adotadas estão sendo aplicadas adequadamente.

Para isso, conte com a IPsense. Somos especialistas nas mais avançadas tecnologias de Cloud Computing, garantindo que você conseguirá melhores resultados a longo prazo. Entre em contato conosco e tire suas dúvidas sobre o tema.