Cloud computing é um termo geral que se refere aos serviços de tecnologia da informação hospedados e disponibilizados via internet. Ele permite que as empresas utilizem recursos computacionais, sem precisar manter uma infraestrutura de servidores próprios.

Na prática, essencialmente, o cloud computing funciona como uma terceirização de alguns sistemas de computador. Usando a computação em nuvem, os usuários podem acessar softwares e aplicativos de qualquer lugar que estiverem, pela rede mundial de computadores, não precisando se preocupar com questões como armazenamento e energia.

Neste artigo, descubra algumas das principais tendências para o cloud computing no futuro e como sua empresa precisa se preparar para elas!

Maior capacidade de armazenamento

Um aspecto que afeta decisivamente o futuro do cloud computing é a capacidade de armazenamento que poderá ser oferecida às empresas e aos indivíduos. Esse crescimento acontece, pois muitas empresas estão mais dispostas a adotar a tecnologia de nuvem como uma estratégia de negócios, o que aumenta os investimentos no setor. Prevê-se que os fornecedores serão capazes de oferecer continuamente mais datacenters online com equipamentos de armazenamento mais eficientes.

A capacidade de armazenamento em escala global tem aumentado em níveis exponenciais, desde que esse fenômeno começou a ser vivenciado. Cada vez mais empresas poderão armazenar grandes conjuntos de dados e executar análises usando a computação em nuvem, o que, por sua vez, permite obter informações valiosas a respeito de diversos fatores, como o comportamento do consumidor, por exemplo.

Evolução da Internet das Coisas (IoT)

A maioria de nós já ouviu falar da palavra de ordem, internet das coisas, IoT (Internet of Things). Esse conceito diz respeito às possibilidades de uso integrado da internet em bens de consumo como televisores e eletrodomésticos. Com inovações contínuas em análise de dados em tempo real e o uso de cloud computing, veremos que o mais novo conceito tecnológico, a internet de tudo, IoE (Internet of Everything), será usado com mais frequência à medida que o futuro se aproxima.

O cloud computing terá um papel importante na maneira como a IoE se desenvolve, pois é uma inovação que depende das comunicações, dos dados, dos processos e da maneira como as pessoas interagem com as coisas em seu ambiente. Uma tendência importante que veremos é o papel significativo que a computação em nuvem terá na capacidade da IoE de simplificar todas essas interações.

Melhor qualidade da Internet

A qualidade da internet está melhorando a cada ano desde que foi criada. E essa é uma tendência que não mudará. A quantidade de dados gerados e armazenados em todo o mundo continua aumentando. Os clientes de hoje já esperam serviços e aplicativos de alta qualidade e carregamento rápido, e essa expectativa depende do aumento na qualidade da rede e da capacidade de cloud computing.

Isso também levará as empresas a atualizar suas plataformas e serviços para responder melhor às necessidades dos seus clientes. À medida que a qualidade da Internet é aprimorada, os setores de IoT e IoE se beneficiarão muito com as velocidades de rede mais rápidas e a capacidade de receber e fornecer dados com mais eficiência em tempo real.

As empresas optarão por soluções em nuvem baseadas em híbridos

Colocar tudo na nuvem, às vezes, pode ser uma tarefa mais difícil. Entre pensar em todos os serviços de TI disponíveis offline, com todos os backups em armazenamento em servidores próprios, e ter todos os sistemas em cloud computing, é necessário fazer um balanço. É possível pensar em um meio termo.

Nesse sentido, a nuvem híbrida tende a se tornar a próxima grande plataforma de computação, facilitando a vida daqueles que tomam as decisões de TI. É uma solução que oferece o melhor dos dois mundos, desde maior eficiência até flexibilidade, atendendo a necessidades diferentes sempre que necessário. Os sistemas híbridos possibilitam transições graduais muito mais suaves.

Blockchains

O movimento blockchain resultará em algumas oportunidades importantes para o cloud computing em um futuro breve. Alguns resultados esperados incluem atividades como trazer o servidor para a nuvem e possibilitar uma análise de dados de uma maneira melhor. A lógica Crypto fornecerá uma gama de ferramentas poderosas para regular os sistemas econômicos de forma descentralizada até o ano de 2020.

Esse será o foco principal no conceito de computação em nuvem. No Ethereum, um protocolo central permite o lançamento de ICO’s. Existem alguns aplicativos blockchain de alta classificação para cloud computing, que serão associados criptograficamente para proteger os dados de terceiros. O blockchain estará na raiz da resolução de muitos dos problemas de segurança da rede que enfrentamos atualmente.

Serverless

O gerenciamento dos servidores ainda é uma dor vivenciada por diversos fornecedores de serviço, provisionamento, geração de imagens, backups, gerenciamento de rack. Soluções serverless estão permitindo que os desenvolvedores escrevam códigos diretamente na nuvem e que simplesmente funcionam.

Esse avanço permite não precisar mais ter que se preocupar com o gerenciamento de recursos de infraestrutura. Ainda não é uma solução barata, mas já pode ser útil para certas situações, pois proporciona a escalabilidade do desenvolvimento de códigos. Quanto mais o modelo serverless for utilizado, mais competitivo tende a ficar em termos de custos.

Edge computing

Especialmente quando pensamos no avanço da IoT e IoE, o conceito de edge computing se torna muito importante. Por meio dessa lógica complementar, que permite o processamento e armazenamento de informações de maneira mais descentralizada, poderemos experimentar um salto de qualidade na forma como os dispositivos com alto grau de tecnologia embarcada funcionam.

Isso porque, com o número muito grande de dados gerados pelos dispositivos e que hoje é enviado para ser processado na nuvem, há uma sobrecarga de trabalho nos datacenters e nas redes, o chamado aumento da latência. Esse é um grande desafio a ser superado e o edge computing, que permite que o processamento ocorra não no dispositivo, mas em algum local mais próximo, pode ajudar a diminuir a dependência geral dos serviços da nuvem e melhorar o desempenho.

Todas essas inovações estão transformando o modo como empresas lidam com seus processos, uma vez que praticamente todas as áreas do negócio passaram a ser fortemente suportadas pela TI.

Questões relacionadas à segurança dos dados e a garantia das operações offline, em momentos de necessidade, estão colocadas para que pensemos nas utilizações do cloud computing no futuro. Porém, muitas dessas transformações já são realidades e trabalhar para se adaptar e aproveitar os benefícios tende a ser o melhor caminho.

Nesse sentido, convidamos você para conhecer a IPsense e fazer nosso teste gratuito de soluções em cloud computing. Entre em contato conosco!