Como você gerencia o backup de informações na sua companhia? Para garantir maior segurança e redução de custos, gestores têm visto o cloud backup como uma alternativa mais interessante quando comparada ao uso de backup em fita.

Não há como negar o quanto o backup é importante para uma empresa. Tanto para o simples armazenamento quanto para facilitar o compartilhamento entre diferentes membros da equipe, um dos principais fatores que levam a empresa a adotar essa prática está na possibilidade de restaurar informações.

Isso porque, entre outros, elas podem ser perdidas ou danificadas — seja pelo corrompimento de arquivos depois de uma queda brusca de energia, seja pela captura de dados por hackers.

Pensando nisso, neste post, trazemos informações relevantes para que você possa entender por que pode valer a pena dizer adeus ao backup em fita. Então, continue a leitura e confira!

Quais são as características de cada modelo?

Backup em fita

Nos últimos anos, a fita tem sido uma das principais soluções em backup para empresas. Nesse sentido, por meio de um software, a equipe de TI pode gerenciar quais dados serão gravados ao longo dela.

Um dos benefícios do uso da fita é em relação à alta durabilidade do material. Por outro lado, para sua utilização, é necessário separar um local físico dentro da companhia a fim de comportar os data centers.

Cloud backup

Já o armazenamento em nuvem permite que a empresa guarde suas informações em servidores remotos. Ao usar as plataformas da empresa prestadora, o gestor pode facilmente gerenciar as informações necessárias entre os seus dispositivos sem precisar disponibilizar um espaço físico na sua própria companhia para isso.

Quais são as principais diferenças entre o backup em fita e o cloud backup?

Custos com infraestrutura

Como mencionado, para dar conta de armazenar uma grande quantidade de informações, as empresas precisam ocupar um espaço físico de modo a comportar os data centers. Além de gerar um grande custo de energia, o gestor deve contar com uma equipe específica para realizar manutenções no equipamento, o que acaba se tornando um grande gasto para o negócio.

Por outro lado, o cloud backup garante uma maior economia. Como o serviço é contratado de forma on-demand, a empresa passa a contar tanto com o suporte da prestadora quanto com a responsabilidade de ela cuidar e comportar as máquinas físicas. Dessa forma, você pode não apenas aproveitar melhor o espaço livre para outros fins, como também reduzir os custos com energia e com contratação de profissionais especializados.

Gastos com armazenamento

Uma das maiores limitações no uso de backup em fitas é seu limite de armazenamento. Conforme a empresa aumenta de tamanho, é natural que as informações cresçam de forma proporcional.

O problema é que, com o tempo, o custo das fitas pode se tornar inviável. Outro ponto é que a expansão da quantidade de fitas necessita de equipamentos maiores e locais específicos para armazenar o material.

Com a possibilidade de escolher diferentes planos, a companhia que opta pelo backup em nuvem pode alterar a capacidade de armazenamento de maneira rápida e prática. Para isso, basta entrar em contato com a empresa prestadora e informar sobre mudança.

Proteção contra danos físicos

Por ser um material altamente inflamável, caso sejam expostas a altas temperaturas, por exemplo, as fitas correm o sério risco de perder os dados armazenados.

Além disso, sabemos o quanto o clima brasileiro é instável. Não raramente vermos notícias relacionadas a desastres naturais, como enchentes, raios ou, até mesmo, incêndios. Assim sendo, eles podem representar um grave risco para as suas informações.

O servidor remoto, disponibilizado pelas companhias de backup em nuvem, oferece maior tranquilidade em relação à segurança física dos equipamentos. Para lidar com as instabilidades naturais, as empresas prestadoras contam com uma infraestrutura preparada para garantir a segurança de que as informações necessitam.

Segurança das informações

De acordo com uma pesquisa feita pela Norton Cyber Security, em 2017 o Brasil foi o segundo país no mundo com o maior número de casos envolvendo ataques virtuais, o que resultou em um prejuízo de US$ 22 bilhões no período. Por conta disso, torna-se extremamente relevante contar com um suporte consistente para lidar com os cibercriminosos.

O problema é que o backup em fitas não apresenta uma boa segurança em relação a isso, o que deixa o armazenamento das informações confidenciais da sua companhia em uma situação de vulnerabilidade.

Por outro lado, ao trabalhar com criptografia, o cloud backup garante que os dados estejam bastante mais protegidos. Além disso, ao contar com uma equipe capacitada para monitorar as informações, a empresa pode facilmente detectar quaisquer ocorrências incomuns que venham a acontecer.

Nesse contexto, é possível observar desde históricos até acessos envolvendo dados precisos para verificar atividades suspeitas dentro de um determinado período.

Velocidade na disponibilidade de dados

Como as fitas precisam de tempo até chegar ao ponto certo em que as informações foram armazenadas, é comum o processo de leitura demorar mais. A situação pode ser ainda pior caso seja necessário recuperar um número maior de dados.

Com o armazenamento em nuvem, a companhia passa a ter as informações necessárias praticamente de forma instantânea. Assim, as equipes podem focar seus esforços em tarefas mais estratégicas e trabalhar com maior agilidade.

Fator humano

Em uma empresa, as atividades humanas podem ser fatais em alguns processos. Afinal, basta um manuseio mal executado para ocasionar um grande prejuízo. Caso o usuário não esteja atento, pode correr o risco de gravar uma informação por cima de uma outra de grande importância.

Além disso, se o funcionário não souber como operar a máquina de forma correta, existe o perigo não apenas de corromper o material, como também de perder os dados armazenados na fita.

Ao contar com o cloud backup, todo o processo de armazenamento é automatizado e não há a necessidade de interferência humana para a operação. Além disso, caso vários colaboradores precisem de um mesmo documento, o arquivo pode ser facilmente replicado e distribuído de forma rápida e prática entre a equipe.

Gestão da companhia

No tópico anterior, vimos o quanto é complicado gerenciar um mesmo arquivo quando o backup é feito em fitas, correto?

Por outro lado, a nuvem permite não apenas maior facilidade de compartilhamento, como também dá a liberdade de um grupo trabalhar em um mesmo documento de forma simultânea. Assim, a equipe passa a ter maior autonomia e produtividade nos processos corporativos.

A necessidade de contar com um backup se tornou fundamental para as companhias. Como vimos no artigo, ele pode ajudar desde a recuperação de arquivos até o gerenciamento de dados entre as equipes.

A questão é que o uso do cloud backup não apenas melhora os fatores citados como também permite uma considerável redução de custos para as companhias. Não por acaso, ele apresenta-se como uma forte tendência para os próximos anos.

E você, tem se planejado para as mudanças tecnológicas? Aproveite que está por aqui e saiba também como as empresas estão se preparando para o futuro na nuvem!