Todo gestor precisa de bons motivos para adotar alguma tecnologia. Por essa razão, apresentaremos algumas razões para considerar a implantação de um ERP na nuvem, uma ferramenta útil para a redução de custos, segurança e melhor uso dos recursos.

Essa solução é tão interessante que já está sendo bastante usada em contextos empresariais: uma em cada quatro empresas já implantaram. Se quiser saber mais sobre isso e aprender a escolher um provedor, acompanhe o artigo até o final!

Benefícios de um ERP na nuvem

Veremos agora alguns benefícios de adotar um planejamento de recursos empresariais (ERP) utilizando a tecnologia cloud. 

1. Backups constantes

O ERP na nuvem é caracterizado pelos backups frequentes, realizados com o intuito de proteger os documentos da companhia e evitar paradas operacionais. Com o auxílio dessas cópias de segurança, é possível garantir disponibilidade dos dados relevantes da empresa e otimizar as atividades do dia a dia. 

Um fator interessante acerca dos backups é que se trata de uma ação proativa, focada em gerenciar e mitigar os riscos antes que eles surjam ou se tornem maiores. Assim, a gestão consegue alcançar agilidade e fluidez para a TI sem precisar reparar transtornos às pressas.

2. Acesso remoto

Outra característica do ERP na nuvem é o acesso remoto. Os membros da companhia são capazes de acessar os módulos do sistema em qualquer dispositivo e em qualquer momento, necessitando, apenas, de uma conexão com a internet.

Isso facilita as análises e otimiza as operações rotineiras, eliminando gargalos operacionais e demoras na entrega dos resultados. Dessa forma, a empresa consegue atender a demanda dinâmica do mercado e se manter competitiva.

3. Segurança

Além disso, a segurança também é reforçada. Os sistemas armazenados na nuvem oferecem uma série de recursos que buscam assegurar a proteção dos dados e reduzir os riscos comuns. O fato de que a cloud é baseada em armazenamento descentralizado já representa um foco maior na defesa contra ameaças.

Com a possibilidade do backup, de soluções de criptografia e recuperação de desastres, os colaboradores trabalham tranquilos sem temer os principais problemas. Já os gestores focam no núcleo do negócio e administram o pessoal a fim de que os objetivos sejam alcançados. Além disso, o suporte e monitoramento garantem que tudo esteja funcionando sempre, com um alto grau de qualidade e consistência.

4. Flexibilidade 

O ERP implantado na cloud também oferece maior flexibilidade para a gestão dos setores. Esse tipo de solução é caracterizado por uma boa capacidade de adaptação às necessidades das companhias e evolução de acordo com que o usuário necessita. Os sistemas são frequentemente atualizados para serem mais robustos e fornecerem mais possibilidades de personalização.

A nuvem está associada a uma taxa de serviço, relacionada com a complexidade do sistema a ser utilizado. A empresa pode facilmente customizar a aplicação e buscar os módulos que importam para o contexto do negócio, investindo, então, um valor adequado.

Nesse ponto, também vale destacar a escalabilidade. Esse conceito está ligado ao aumento automático da capacidade de uma aplicação sempre que o utilizador precisa — o que é praticamente impossível no modelo físico e tradicional de armazenamento. Isso é fundamental para que as companhias sejam capazes de expandir os recursos e lidar com a dinâmica do mercado. 

5. Aumento na produtividade

Outra característica que demonstra a importância desse tipo de sistema é o aumento da produtividade. Com a integração dos diversos pontos da empresa  o que é a proposta de um software ERP , aliada à comunicação mais eficiente e acesso rápido, as equipes internas aumentam a capacidade produtiva e entregam mais resultados em menos tempo. 

Ou seja, a organização consegue desenvolver mais soluções com os mesmos recursos. Isso evita a necessidade de grandes investimentos para alavancar o crescimento. Esse aumento na agilidade de produção é a base para a continuidade saudável das operações. 

6. Menos custos 

Usar um sistema ERP na nuvem significa que a gestão da companhia não terá que arcar com gastos desnecessários. Isso inclui o uso de material físico a fim de registrar informações referentes aos processos, bem como o fato de que a cloud ajuda a eliminar a necessidade de uma infraestrutura física.

Ademais, também se refere à redução do tempo para entrega dos resultados. Com menos recursos sendo consumidos, menos custos são necessários. A corporação consegue desfrutar dos outros benefícios mencionados sem precisar investir descontroladamente. Apenas precisa gastar com uma taxa simples de gerenciar, relacionada ao serviço da cloud. 

Dicas para escolher um servidor de ERP na nuvem

A partir de agora, vamos conhecer alguns pontos relevantes a se considerar quando é necessário escolher um servidor ERP na nuvem.

Verifique se há atualizações e backups automatizados

É interessante verificar se a companhia provedora oferece atualizações automáticas. Assim, a sua equipe pode focar no núcleo do negócio e desfrutar de novas funcionalidades e possibilidades de maneira prática. Automatizar esse processo ajuda a gerar mais agilidade e a eliminar gargalos relacionados às atualizações.

Outro fator importante é a automatização dos backups. Se esse processo não for feito dessa forma, os colaboradores terão mais um problema para se preocupar. Com cópias automáticas, é possível evitar erros na gestão da segurança e garantir consistência nesse importante processo.

Tenha um cuidado completo com a infraestrutura 

Também é fundamental avaliar se a opção de servidor fornece também um cuidado completo da infraestrutura. Afinal, o objetivo de contar com a nuvem é justamente dispor de atendimento consultivo, direcionado às necessidades, a fim de preencher as lacunas de experiência e conhecimento da equipe interna. Isso é possível com uma empresa que gerencie todos os pontos do TI.

Preze pela reputação do sistema

A reputação é sempre muito importante quando é hora de escolher um sistema novo. Esse ponto vai ajudar a esclarecer se a companhia é realmente capaz de lidar com a complexidade dos problemas da contratante e se a parceria funcionará bem. A credibilidade, aqui, é crucial para oferecer tranquilidade aos clientes.

Conte com um atendimento de qualidade

Outro ponto relevante é o atendimento. Verifique se o suporte é de qualidade, se é atencioso e consultivo e focado em solucionar problemas. Além disso, o tempo de resposta é um aspecto interessante e que destaca algumas empresas.

Adapte todos os processos às necessidades

A parceria funciona bem somente se a companhia provedora oferece um serviço devidamente flexível e adaptado às necessidades. É importante avaliar se a corporação é capaz de alterar os seus padrões para atender as demandas dos clientes. Dessa forma, é possível otimizar a solução e garantir o máximo de benefícios de um ERP na nuvem.

O ERP na nuvem é um sistema que auxilia na integração dos pontos da empresa e na garantia de comunicação, agilidade e fluidez nas operações cotidianas. Existe uma série de benefícios associados com a versão oferecida pela cloud, como mais segurança, flexibilidade e menos custos. Entre as opções, a IPsense é uma empresa confiável que oferece esses benefícios mencionados e gerencia o TI de uma maneira completa.

Gostou do artigo sobre ERP na nuvem? Entre em contato com a IPsense e confira como podemos ajudar a sua companhia a garantir uma TI mais ágil e estratégica!