O gerenciamento de arquivos em nuvem é uma estratégia cada vez mais adotada em empresas atualmente por conta da inovação que propõe na gestão dos dados e no uso de recursos computacionais. Com o avanço dessa tecnologia, a tendência é que as companhias concentrem ainda mais informações na cloud, o que pode ser feito sem o devido cuidado e trazer problemas. 

Neste artigo, falaremos sobre a segurança no gerenciamento de arquivos na cloud. Se quiser aprofundar seus conhecimentos sobre a nuvem e saber o que fazer para expandir os seus sistemas com eficiência, disponibilidade e menos riscos, acompanhe!

Quais os benefícios de armazenar arquivos em nuvem?

A cloud computing é uma modalidade de oferecimento de serviços que está se tornando comum por vários motivos e uma série de benefícios. Essa tecnologia gera impactos positivos que permitem uma TI mais estratégica, fluida e rápida. Assim, auxilia a gestão do setor entregando os resultados que eles realmente procuram. 

Alguns dos benefícios são:

  • Praticidade: gera mais facilidade para mudanças, com pagamentos facilitados;
  • Integração: permite comunicação de diversos sistemas interconectados;
  • Rapidez: é alocada com velocidade e permite sistemas mais rápidos;
  • Menos custos: os serviços estão associados a pacotes baratos e fáceis de gerenciar;
  • Escalabilidade: facilidade de aumentar os recursos para suprir demandas específicas.

Mesmo com os benefícios, é preciso ter cautela na implementação dessa solução e planejar bem o processo. 

A cloud precisa ser organizada para evitar transtornos que podem prejudicar os negócios. Dessa forma, as companhias previnem os problemas da cloud sprawl (uso de múltiplas nuvens conectadas) e da expansão de arquivos na nuvem, decorrentes de uma gestão descentralizada, sem visibilidade e confusa. Veremos a seguir os riscos possíveis dessa falta de cuidado.

Quais os riscos da nuvem?

Os riscos que citaremos são alguns dos motivos que geram desconfiança em muitos líderes e afastam muitas empresas dessa solução. Veremos que esses perigos existem, mas podem ser mitigados com um gerenciamento completo e planejado. 

Segurança e perda de dados

Um dos riscos apontados é com relação à segurança diretamente e o perigo de perda de dados e vazamentos. Afinal, como os sistemas não estão fisicamente alocados nas instalações da empresa, eles estão mais vulneráveis e podem facilmente cair em mãos erradas. Esse medo é fortalecido pelo fato de que o controle das informações se encontra descentralizado da gestão e dependente da fornecedora.

Vulnerabilidade de tecnologias compartilhadas

Um dos riscos da nuvem pública é o fato de que muitas companhias compartilham o mesmo espaço, e isso é encarado como um problema para alguns gestores. Geralmente, algumas companhias acabam preferindo um controle local e secreto, por isso, evitam o perigo de exposição de informações confidenciais.

Desvios de tráfego

Com o desvio de tráfego e contas, mal-intencionados podem conseguir caminhos fáceis para acessar as informações da companhia e interceptar a conexão entre a cloud e o cliente. O invasor pode aproveitar o fato de que os dados da empresa geralmente ficam todos concentrados na nuvem.

Qual a importância da segurança na nuvem?

Diante desses riscos, fica claro qual a importância da segurança na gestão de dados na cloud: garantir que uma solução descentralizada, que agrega os benefícios de velocidade, escalabilidade e controle de custos, seja otimizada e traga resultados totalmente positivos, beneficiando a performance dos sistemas e da companhia.

Ou seja, assegurar que os benefícios citados no primeiro tópico sejam alcançados e que os riscos do último tópico sejam combatidos.

Mesmo com os perigos, o que se destaca é a capacidade que a cloud oferece de eliminar esses problemas e garantir uma organização ainda melhor para o TI da empresa. Essa flexibilidade e controle são interessantes para que a gestão de TI forneça o devido suporte ao crescimento da companhia.

Assim, é possível suprir a necessidade de performance e de disponibilidade. Uma vez que o setor de TI é responsável por manter os sistemas fortes, disponíveis e seguros para os outros setores, pois isso impacta diretamente na geração de lucro, produtividade e qualidade dos produtos/serviços. 

A nuvem é mais segura que o modelo de armazenamento físico? 

Apesar desses perigos, a discussão permanece relevante: a nuvem é mais segura do que o armazenamento físico? Para responder a essa pergunta, é necessário analisar os mesmos riscos que as duas apresentam e observar sob uma perspectiva centralizada.

Monitoramento

Como afirmado no tópico anterior, o controle descentralizado das instalações físicas de uma empresa pode assustar e afastar alguns gestores. No entanto, a cloud oferece tecnologias avançadas de criptografia e monitoramento 24/7 para oferecer visualização e permitir o acompanhamento por parte dos clientes. Esse controle acaba sendo sistematizado, de uma maneira que a distância física passa a não incomodar.

Disponibilidade

Além disso, a disponibilidade dos sistemas de cloud geram ainda mais confiança acerca dos dados do que sistemas físicos. No armazenamento tradicional, os sistemas ficam indisponíveis sempre que algum transtorno ocorre, o que pode deixar a equipe sem visibilidade sobre os documentos e arquivos importantes. 

Autonomia e menos problema com equipamentos

A forma como os serviços na nuvem são oferecidos, com controle do usuário e autonomia, possibilita um gerenciamento mais cuidadoso. Além disso, não existe o problema de hardwares problemáticos, com falhas que surpreendem as equipes, danos por desgaste, entre outros. 

Apoio especializado

Na cloud, o controle é melhor por ser realizado pelo fornecedor, especializado e preocupado exatamente com essa questão. A companhia parceira está mais atualizada com relação à conformidade, segurança e privacidade, com a adoção das melhores práticas.

Caso deseje fazer tudo isso internamente, como no modelo físico de armazenamento, as empresas teriam que investir bastante em treinamentos e deixariam de focar no núcleo do negócio, correndo o risco de não alcançar os mesmos resultados.

Como garantir a segurança?

Listaremos algumas práticas que devem ser observadas para assegurar a segurança na expansão de arquivos em nuvem. É importante seguir essas estratégias para evitar os riscos mencionados.

Backups

Uma política de backups é fundamental e não deve faltar no gerenciamento de arquivos. As cópias de segurança são uma ótima estratégia para proteger os documentos da companhia, permitindo que haja sempre uma opção extra em caso de desastres que levam à corrupção de dados.

Assim, é possível se recuperar facilmente de incidentes e atenuar prejuízos, mas também ficar mais tranquilo com uma gestão organizada das informações.

Reforço de limites

Os limites de acesso precisam ser devidamente reforçados, com um controle rigoroso da confidencialidade. É preciso definir hierarquias e organizar corretamente quem gerenciará cada tipo de informação. Dessa forma, a administração é capaz de garantir um cuidado maior com os arquivos e com a privacidade, o que é importante em nossos dias.

Atualização dos sistemas

Outro fator interessante é sempre contar com sistemas sempre atualizados e em conformidade com as definições da fabricante e dos fornecedores. Assim, a empresa evitará brechas e vulnerabilidades na gestão dos arquivos e terá o apoio do suporte. 

Treinamento da equipe

Outra dica importante é treinar a equipe para a segurança na nuvem. Afinal, boa parte dos problemas nessa área são causados por más práticas e hábitos displicentes. É fundamental educar bem cada membro e treinar cada um com abordagens de proteção e de recuperação de desastres.

Políticas

É necessário também criar estratégias, políticas e regras de gerenciamento e governança que auxiliem na visualização dos riscos e na prevenção deles.

O gerenciamento de arquivos na cloud é uma estratégia muito efetiva, com resultados concretos para as companhias. A expansão de dados pode ser um problema, quando feito sem o devido cuidado com os riscos, mas se torna uma oportunidade de otimizar o desempenho do TI, quando a gestão segue as boas práticas.

Além disso, a administração pode utilizar cloud containers são interessantes para ajudar na transição de estruturas complexas para a nuvem de maneira ainda mais segura. 

Gostou de aprender sobre gestão de arquivos em nuvem? Entenda como cloud containers podem ajudar a sua empresa!