Os serviços e ferramentas cloud estão cada vez mais em alta no setor de TI. Seja pela sua facilidade, pela redução de custos ou pelo aumento de produtividade, o importante é saber que essas soluções vieram para ficar. Portanto, as empresas precisam, pelo menos, conhecer sobre cada uma delas para decidir quais devem ser implementadas em seu negócio.

Um dos temas mais abordados atualmente nesse quesito é o uso dos cloud containers no processo de desenvolvimento de soluções. Essa é uma das grandes tendências na área e que pode trazer uma verdadeira transformação digital em seu negócio.

Continue lendo e saiba mais sobre esse assunto, bem como sobre os gerenciamentos de containers e tire suas dúvidas sobre o tema.

Conceito de cloud containers

De forma simplificada, os cloud containers são uma maneira de empacotamento de códigos, configurações e dependências em um objeto único, feitas em containers separados. Eles compartilham o mesmo sistema operacional, que está instalado no servidor em nuvem e são executados em processos isolados de recursos.

Eles permitem criar e implementar aplicações isoladamente, com todos os recursos necessários para este tipo de função. De outra forma, ainda simplificada, é como se você colocasse comandos, dependências, bibliotecas e todos os recursos necessários para a produção de um sistema de software em caixas independentes.

Por isso o nome de “containers” — ele é inspirado nas potencialidades que o advento do contêiner trouxe para o transporte marítimo, agrupando os produtos de forma organizada dentro desses itens e fazendo com que apenas o uso de um guindaste os posicionasse dentro das embarcações.

Assim, em vez de transportar um sistema operacional inteiro e seus softwares, você encapsula os elementos que citamos para serem executados em qualquer ambiente.

Benefícios dos cloud containers

A utilização dos cloud containers pode ser bastante vantajosa para seu negócio no setor de tecnologia, trazendo uma série de benefícios, tais como apresentaremos a seguir.

Segurança

Os cloud containers representam um grande ganho de segurança para as equipes de desenvolvimento. Isso porque, diante do encapsulamento, cada um dos colaboradores podem ficar com suas funções específicas isoladamente, de forma que o trabalho de um não interfere no do outro.

Assim, minimizam-se as chances de erros. Contudo, se ainda assim eles ocorrerem, é possível ter um controle da versão e recuperar partes dela, o que minimiza perda de tempo e de investimento a longo prazo.

Otimização de processos

Um dos principais pontos é a otimização de processos e, consequentemente, aumento da produtividade por meio do uso dos containers. Isso se deve ao fato de utilizar locais simulados para a execução das aplicações, de forma que os desenvolvedores não necessitam preparar configurações de ambiente e as questões técnicas necessárias para isso. Ainda, deve-se ressaltar que a plataforma em nuvem proporciona todos os recursos necessários para isso.

Além disso, como as aplicações são pulverizadas, as partes do software podem ser gerenciadas por equipes distintas, o que pode gerar um aumento de produtividade interna também. Em alguns casos, pode-se até utilizar linguagens diferentes nessas situações.

Estímulo ao DevOps

Os cloud containers estão intimamente ligados à cultura DevOps, aproximando as equipes de infraestrutura, operações e desenvolvimento. Com isso, ganha-se em produtividade, comunicação entre os times, escalabilidade e monitoramento dos trabalhos.

Outro ponto é que esse tipo de modelo de computação também propicia o uso das metodologias ágeis de desenvolvimento, o que garante trabalhos mais rápidos e, ao mesmo tempo, com maior controle e modularização. As entregas são realizadas com um tempo menor, garantia de segurança e com maior conformidade com os requisitos solicitados pelos clientes.

Redução de custos

Diante de tudo que falamos, o resultado é uma redução de custos na sua empresa, conseguindo realizar o processo de desenvolvimento de softwares com menor tempo e maior eficiência, pontos altamente desejáveis para as organizações.

Gerenciamento de containers

Entretanto, para que todos os benefícios que citamos sejam sentidos, é fundamental que o gerenciamento de containers seja feito da forma adequada. A seguir, veja como isso é feito.

Como ele é realizado

Normalmente, o gerenciamento é feito por meio de ferramentas específicas para esse fim. Para isso, precisamos entender a relação entre elas e os containers. O conjunto de máquinas no qual eles são executados é chamado de cluster, que precisa ser gerenciado e pode ser feito por meio de um software específico. Eles normalmente realizam esse processo de forma automatizada.

Benefícios

Algumas das principais vantagens do uso de ferramentas de gerenciamento de containers são:

  • automatiza atualizações de aplicações;
  • realiza o processo de escalabilidade de aplicativos em containers com velocidade e precisão;
  • orquestra os containers em múltiplos hosts;
  • reduz o consumo de recursos, permitindo um uso racionalizado e otimizado do hardware.

Diferenças para a máquina virtual

Também, é preciso compreender quais são as diferenças entre cloud containers e virtualização, pois isso interfere no processo de gerenciamento. Na máquina virtual, é realizada uma configuração no servidor, de forma que ele atue tal como uma máquina física com sistema operacional próprio, gerando, assim, um ambiente funcional.

Já o cloud container não utiliza sistemas operacionais. São criados blocos independentes que são dedicados às aplicações, de forma que apenas a aplicação pode ser instalada.

Softwares de gerenciamento de containers

As ferramentas para gerenciamento de containers são fundamentais para realizar um processo eficiente e que cuide do ciclo de vida deles de forma autônoma, bem como realize a gestão dos volumes e redes. Por isso, é fundamental investir em uma ferramenta que seja, de fato, eficiente para esse fim.

Uma das mais utilizadas no mercado é a Amazon Elastic Container Service (ou Amazon ECS), criado pela empresa que é responsável por uma das principais plataformas de cloud do mundo.

É um serviço altamente escalável e de alta performance, e é compatível com containers do Docker. Uma de suas vantagens é que ele elimina a necessidade de instalar um software de orquestração de containers ou escalar um cluster de máquinas virtuais.

Outros benefícios do uso do ECS são:

  • utiliza os containers sem servidores;
  • é um gerenciador seguro, executando os containers na própria Amazon VPC;
  • você pode iniciar milhares de containers em segundos, sem complexidade adicional;
  • ele é totalmente integrado à AWS;
  • ele é otimizado com foco em custo, conseguindo até 90% de desconto nos preços em comparação com as instâncias sob demanda.

Deseja começar a utilizar os cloud containers em sua empresa? Então, conte com a IPsense para realizar o processo de adaptação! Somos parceiros da Amazon, certificados pela Amazon Web Services e temos a expertise necessária para implementar as tecnologias de Cloud Computing em seu negócio.

Se deseja saber mais sobre nosso serviço de gerenciamento de containers, entre em contato e tire suas dúvidas sobre o assunto!